Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Começar de novo

27.12.16

Começar de Novo

Cilla cresceu numa família de Hollywood: a avó, uma cantora celebre suicidou-se aos 39 anos e a mãe sempre tentou ser uma estrela. Em pequena Cilla também foi atriz, mas encontrou o seu rumo a restaurar casas e quer restaurar aquela que foi a quinta da avó e que está abandonada. Ali conhece Ford o vizinho que cria banda desenhada. E descobre que nem toda a gente a quer lá.

Vou ser curta e concisa. A personagem mais interessante foi o Spock (o cão). A Cilla e o Ford ok. Surpreendeu-me quem era a pessoa que teve um caso com a avó da Cilla, mas depois disso não me surpreendeu o que realmente aconteceu na noite em que ela se suicidou. Gosto de bricolage, mas não me interessa ler muito sobre isso num romance. Custou-me imenso a ler este livro, andei a arrasta-lo durante um mês e estive a muito pouco de desistir, mas depois lá li. A Nora Roberts já escreveu melhores e piores, mas diz que deu um filme (não sei porquê a maioria dos que não gostei deram em filmes). Curiosidade: este é um dos últimos filmes da atriz Brittany Murphy que morreu em 2009.

 Tribute

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:03

...

23.12.16

Vou publicar todos os anos a mesma música. Feliz Natal e bom ano novo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59

Proposta Indecente

A muitos muitos anos atrás tinha lido a Rosa Selvagem, outro livro desta autora e lembro-me de ter gostado e quando li a sinopse deste aqui ela foi familiar: possivelmente já tinha lido, mas depois de conhecer a história não me lembrava de nada, portanto contou como uma primeira leitura.

 

Payton cresceu numa família de marinheiros: o pai tem uma empresa de transportes e os três irmãos cresceram no mar e cada um tem o seu barco. Com eles cresceu Payton, educada como um rapaz e um marinheiro. O maior sonho desta jovem é ter o seu próprio barco e envolver-se com Connor Drake, o capitão de um dos barcos da familia. Mas Connor ainda vê Payton como a menina rapaz que cresceu com ele e esta noivo da perfeita Miss Witsby.

 

Confesso que a parte inicial do livro é muito engraçada: gostei da relação da Payton com os irmãos e com o Connor. É aquele misto de adoro-te e odeio-te cómico (que me lembra imenso os Bridgetons da Julia Quinn) e a Payton tem uma personalidade muito única: está habituada a obter o que quer e como quer e não é de todo uma rapariga convencional e bem comportada. Connor é aquele moço bonito e bom rapaz que começa a reparar que Payton já é uma mulher, mas acaba envolvido numa grande confusão. A parte menos interessante do livro é sem dúvida uma parte que se passa em alto mar: nesta fase não temos os irmãos da Payton e acaba por ser um pouco monótono, mas depois da ilha a história voltou a ficar interessante, embora não tenha voltado a ser tão boa como o inicio (é sempre certo e sabido que colocar uma maria rapaz de vestido e a tentar comportar-se como uma dama dá em momentos engraçados). 

Proposta Inconveniente An Improper Proposal

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:54

 

O Spotify lembrou-se de me presentar com uma lista das músicas que mais ouvi em 2016 (a sua maioria no trabalho) e eu decidi partilhar, afinal não se pode falar só de livros.

 

5º - Faded - Alan Walker

Esta aqui acompanhou-me num projeto profissional especialmente difícil e turbulento. Muitas vezes quando saia do escritório sentia que aquele projeto me estava a consumir e sentia-me completamente perdida. Depois de terminado (e correu tudo bem!) cada vez que a oiço volto para lá, mas com um acréscimo de saber que fui bem sucedida.

 

4º - Careless Whisper - George Michael

Só porque sou uma romântica e só o inicio desta música me leva às nuvens! So I'm never gonna dance again, the way I dance with you 

 

3º - Same old love - Selena Gomez

Sobre aqueles amores que já foram, em que se amava e já não se queria nem conseguia amar mais. Apesar de hoje estar bem resolvida ainda me lembro bem da sensação de estar farta daquele amor não correspondido que não havia maneira de desaparecer.

 

2º - Desire - Years & Years

Aos nossos desejos obscuros e secretos. Todos os temos e quem diz que não está a mentir. I want desire, because your love only gets me abused

 

1º - Enjoy the Silence -Depeche Mode

 Sem dúvida a música do ano. Quando preciso me lembrar que tenho muito e que tenho tudo o que preciso.

 

 

Menções honrosas:

- Starboy - The Weeknd

We don't pray for love, we just pray for cars! - Esta música ficou-me na cabeça à custa desta frase, que para mim descreve de forma simples e concisa como nós enquanto sociedade funcionamos. Temos as prioridades todas trocadas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:00

A coroa

07.12.16

A Coroa

A capa deste livro promete algo que irá agradar aos fãs de Dan Brown e Philippa Gregory. Não sou fã do primeiro, mas sou fã da segunda, portanto podemos dizer que é meia verdade (embora acho que  o livro tem muito mais de Philippa do que de Dan).

 

Joanna Stanford é um noviça no priorado de Dorthmond que decide fugir para assistir à execução da sua prima e querida amiga, Margaret, acusada de traição por incitar a revolta no norte contra o rei Henrique VIII e a sua recém formada igreja anglicana. Mas tudo acaba terrivelmente mal e Joanna acaba por ser levada para a infame Torre de Londres juntamente com o seu pai onde é forçada a aceitar uma missão secreta em troca da sua liberdade e da seu pai.

 

Este livro acaba por ser uma mistura de personagens fictícias e reais: temos algumas personagens marcantes do reinado de Henrique VIII (aquele que teve seis mulheres e quebrou a ligação da Inglaterra com a Igreja de Roma porque se queria separar da primeira que não lhe deu nenhum filho varão, para quem não conhece dê uma espreitadela no Google ou até na famosa série os Tudors - o rasto de morte que este rei deixou é tão grande que só há praticamente duas personagens que aparecem em todos os episódios). Mas voltando a história: talvez não seja a mais acurada historicamente falando, mas é um bom romance. Joanna é uma protagonista forte e determinada mas que tem as suas falhas. Pensei que a vida num convento me iria aborrecer, mas digamos que o priorado onde Joanna vive tem muito animação. Gostei do final, historicamente falando não podia ser diferente. Os diversos mistérios que aparecem no livro são suficientemente cativantes para manter o interesse e não serem demasiado óbvios e a maioria das personagens não são só boas ou más: são humanas. E existem personagens secundárias que efetivamente aparecem várias vezes na história, em vez de dar relevo só à protagonista. A escrita é suave sem pecar por ser demasiado descritiva nos factos históricos que conta (como acontece muitas vezes nos livros de Dan Brown). Um excelente romance de debut da autora, que escreveu outros dois tendo Joanna como protagonista.

 

The Crown (Joanna Stafford, #1) De kroon

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29



Disclaimer

Todas as imagens de livros publicadas são retiradas do site das editoras ou dos próprios autores. A imagem de fundo pode ser encontrada aqui.

Classificação

Nem consegui terminar
Não gostei
Ok
Bom
Amei

Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


subscrever feeds


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.