Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Feliz Natal

23.12.17

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:24

Predestinado

19.12.17

Predestinado (Order of Darkness, #1)

Eu gosto dos livros de Philippa Gregory, embora só conheça os da guerra das rosas. Este livro, sendo para um público alvo mais jovem que os anteriores, tem sido alvo de algumas criticas. Eu confesso que não é o melhor que li dela, muito pelo contrário.

 

A história centra-se em dois jovens, em 1453: Luca, que é enviado para registar o fim dos tempos e fazer algumas inquisições sofre fenómenos do diabo e Isolde, um abadessa num convento amaldiçoado para onde Luca é enviado.

 

Luca e Isolde são muito planos e confesso que falta qualquer coisa para sentir mais empatia. Rodeando os protagonistas estão algumas personagens que quase podiam resultar bem: Freize, o criado de Luca com (uma tentativa de) sentido de humor e Ishraq uma criada de Isolde, que foi criada como irmã desta, mas que teve acesso a várias artes como medicina ou de combate numa época em que tal era completamente vedado às mulheres. Também estas personagens pouco são desenvolvidas. A única coisa interessante de todo o livro acaba por ser o mistério do convento, apesar de não primar pela surpresa. O mistério do lobo, que é logo a seguir já não é nada interessante.

 

Eu poderia perder tempo a falar no que este livro poderia ter sido mas não foi, mas o meu interesse nele está abaixo disso.

 

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:53

Uma Duquesa em Fuga (House of Trent, #1)

Passei metade deste romance de época a não perceber porque a Sarah, o love interest feminino, seria uma duquesa em fuga. Mas depois lá percebi que o titulo era este porque se referia à mãe do Simon e à própria Sarah se usarmos a imaginação (mas ai o titulo seria uma futura duquesa em fuga).

 

A história é simples. Simon, um duque, filho de uns pais escandalosos, tenta portar-se bem para limpar o nome da família. Sarah, filha do jardineiro, é criada na sala de aulas com Simon e os irmãos, porque a mãe deles era excêntrica e participou ativamente na infância dos filhos. Simon apaixona-se por Sarah, envolvem-se e depois à umas chantagens e afins.

 

A única coisa que me surpreendeu nesta história foi Sarah ser mesmo criada do inicio ao fim: normalmente nesta linha de história descobre-se sempre que a criada é a filha desaparecida de alguém poderoso. E se a linha de história parecia interessante inicialmente, ao longo da leitura percebi que houve várias coisas que não me faziam sentido. 

 

Primeiro: não senti química entre Sarah e Simon. A relação deles é muito pouco desenvolvida, pressupõe se que estão muito apaixonados desde a página um, mas para mim quanto leitora é difícil perceber como e porquê. É como se aqueles sentimentos caíssem do céu e fossem completamente lineares. Estes dois protagonistas parecem só ter uma dimensão.

 

Segundo: Ás vezes comportam-se mais como dois adolescentes tontos do que como adultos. Estaria à espera que neste género de história os seus dilemas interiores fossem mais explorados, mas na verdade foram pouco explorados e tratados de forma a meu ver, demasiado leviana. Bem como as consequências do seu "felizes para sempre" numa sociedade tão rigida.

 

Terceiro: a linha da história é muito previsível. 

 

Não deixa de ser uma leitura agradável, e na maioria bem escrita, mas a verdade é que não é surpreendente e todas as personagens são pouco exploradas, sendo a Esme (a irmã de Simon) a única com a qual senti alguma empatia.

 

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48

Hitler Morreu no Bunker?

Ao contrário de muitos livros que andam por ai sobre estes temas, este livro que tem uma pergunta na capa não vem dar resposta a essa mesma pergunta, porque afinal não há nada que comprove com certeza absoluta nenhuma das respostas. Apenas apresenta factos e documentos sobre ambas as versões e deixa que o leitor tire as suas próprias conclusões sobre a morte (ou fuga) de um dos homens mais odiados do mundo.

 

Na realidade é confuso como numa altura em que tanta coisa foi documentada (basta comparar a quantidade de informação que há sobre esta guerra em relação à primeira) que o suposto suicídio de Hitler seja tão nubloso, mas penso que é uma consequência de os russos terem sido os primeiros a chegar ao bunker, do facto do seu regime ser tão fechado e da Guerra Fria que praticamente começou no fim da segunda guerra mundial. Este livro levá-nos a correr os vários mitos (e verdades) do nazismo após a guerra, nomeadamente a fuga de altas patentes para a América do sul, submarinos desaparecidos, a base secreta na Antártida, as chegadas e partidas misteriosas de aviões em Madrid nos últimos dias da guerra, os duplos de Hitler, o que aconteceu ao restos mortais das pessoas que morreram no bunker e todas as teorias à volta da morte (ou fuga) Hitler.

 

Depois de ler livro confesso que não cheguei a conclusão nenhuma. É estranho um homem como Hitler suicidar-se e não ter um plano de fuga, certamente que sabia à meses que a guerra estava praticamente perdida. Mas penso que mesmo que Hitler tivesse fugido não estava em condições para formar um Quarto Reich. Afinal no final da guerra, Hitler tinha 56 anos e diz-se que era um homem doente que sofria de tremores derivados da doença de Parkinson. Sendo esta uma doença degenerativa, o mais provável é que mesmo tendo sobrevivido, provavelmente a sua saúde deteriorou-se ainda mais nos anos seguintes e longe da boa vida com bons cuidados de saúde que tinha na Alemanha, provavelmente isto ainda aconteceu mais depressa. Por isso para mim, quer Hitler se tenha suicidado naquele dia ou tenha fugido, acho que acabou por ter uma morte sem glória. Mas este mistério conseguiu uma coisa que ele certamente ambicionava: a sua lenda provavelmente viverá para sempre.

 

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:43



Disclaimer

Todas as imagens de livros publicadas são retiradas do site das editoras ou dos próprios autores. A imagem de fundo pode ser encontrada aqui.

Classificação

Nem consegui terminar
Não gostei
Ok
Bom
Amei

Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


subscrever feeds


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.