Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O lobo

14.10.17

O Lobo


O crime organizado contra os terroristas parece obra do mais recente jogo de ação, mas numa era em que os ataques terroristas são cada vez mais frequentes e globais, Lorenzo Carcaterra conta a história das nações unidas do crime organizado que se vêm ameaçadas por esta crescente violência global e de como decidem travar uma guerra.

Vincent Marelli, conhecido como o Lobo, é um chefe de crime organizado americano que conseguiu juntar várias frações do crime organizado mundial numa grande organização, que é retratada com um funcionamento muito semelhante a qualquer empresa: só que comercializam drogas, mulheres e lavagem de dinheiro. No dia em que perde parte da sua família num ataque terrorista, Vincent decide vingar-se de quem orquestrou tudo e juntamente com outros fatores ele consegue convencer outros chefes da máfia para combaterem ao seu lado.

Parte da ação passa-se em Itália, onde acontecem a maioria dos ataques terroristas descritos no livro. Angela, filha do chefe do crime organizado italiano é a parceira de Vincent na fase inicial da luta. Mas do lado dos terroristas está o crime organizado russo e os cartéis de droga mexicanos, que querem enriquecer com o caos que os terroristas causam e por isso os financiam e sendo assim, deste lado os protagonistas acabam por ser Vladimir Kostolov (chefe dos russos) e Raza, um guia de uma organização terrorista crescente.

É interessante a miríade de histórias diferentes que o livro trás: desde as histórias de como várias das personagens se juntaram ao crime organizado/terrorismo; a descrição de alguns ataques terroristas, de algum trabalho policial na caça dos terroristas e de como funcionam as várias máfias (com ênfase na italiana, tive pena de não saber mais das outras). A minha impressão deste livro foi que teve picos de energia: havia partes boas e interessantes seguidas de partes mais aborrecidas e por isso a minha leitura andou aos soluços (confesso que as partes onde apareciam o Vincent e Angela eram as menos interessantes). Fiquei curiosa com o final, em que Vincent recebe o nome da pessoa por detrás do atentado que matou parte da sua família, mas ainda não houve continuação para este livro para saber para onde ele vai a seguir.

Uma leitura diferente de um estilo diferente do que costumo ler. Acaba por ser uma reflexão sobre a violência crescente que se tem vivido e do caminho sem retorno que podemos estar a trilhar. Mas no final penso que podia ter sido melhor, houve algumas quebras de ação e alguma dificuldade em criar laços com o Vincent e a Angela.

 

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:10




Disclaimer

Todas as imagens de livros publicadas são retiradas do site das editoras ou dos próprios autores. A imagem de fundo pode ser encontrada aqui.

Classificação

Nem consegui terminar
Não gostei
Ok
Bom
Amei

Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.