Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A cada dia

28.04.17

A Cada Dia

Este livro é diferente. Conta a história de "A", uma entidade que a cada dia muda de corpo, conforme a idade dele, neste caso anda na faixa dos 16 anos, na prática rouba um dia da vida de vários jovens sem que estes se apercebam. E "A" está consolado com a sua vida até ao dia que incorpora o namorado de Rhiannon e se apaixona por ela.

 

A coisa que mais gostei deste livro é a mensagem: "A" incarna vários tipos de adolescentes, desde o rapaz tímido à rainha da festa, drogado, suicida, o que estuda em casa, o que sofre pela morte de alguém, ... e apesar de ter nas suas regras o hábito não intervir, por vezes tenta mesmo ajudar estas pessoas. A multiplicidade de personalidades e famílias a que somos apresentados é enorme e abarca várias realidades. Outra questão que gostei é a visão do próprio "A" do amor: para ele não existem géneros, apenas pessoas que gostam umas das outras e isso é uma mensagem que ainda existe muito gente no mundo que não assimilou.

 

No outro lado da moeda, não gostei da relação de "A" com Rhiannon, não gostei de parecer mais obsessão que amor da parte dele, não gostei da forma como ele prejudicou a vida de vários dos seus hospedeiros para estar com ela (especialmente o Nathan que acaba por ser retratado como o mau, quando para mim ele foi uma vitima). No fim, gostei da atitude que o "A" toma, finalmente algum bom senso e acho que acaba por ser um final poético, gostaria de saber se deu realmente certo.

 

Um livro de temas certos com algumas atitudes erradas, mas escrito de forma suave e nada aborrecida.

Every Day (Every Day, #1) Elke dag

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:08

Ligeiramente Tentador (Bedwyn Saga, #4)

Estes livros todos começados por Ligeiramente qualquer coisa da Mary Balogh andavam à meses a passear no meu radar, embora não comprasse nenhum porque as sinopses não me pareciam suficientemente cativantes para os comprar ao seu preço normal e nunca vi nenhum em promoção. Quis o destino que me emprestassem este e lá fui eu conhecer os Bedwyn, uma família de irmãos com feitio difícil e nariz proeminente (expeto a protagonista).

 

Morgan Bedwyn é a mais nova do clã e está em Bruxelas no momento em Napoleão Bonaparte decide que afinal ainda quer conquistar o mundo, vivendo-se por isso um ambiente tenso misturado com bailes. Num desses eventos, conhece Gervase, um inglês exilado, que tem muito interesse por ela. O que Morgan não sabe é que Gervase quer usá-la num plano de vingança contra o seu irmão mais velho que é um dos responsáveis pelo exilo de Gervase.

 

Coisas boas: adorei a Morgan, a maneira como ela cresce ao longo do livro e a forma como a batalha de Waterloo a transforma de uma dondoca mimada em uma mulher real e vivida. Gostei como ela vira o jogo a meio do livro, foi uma surpresa interessante. A familia dela é interessante, ligeiramente divertida, não tão boa como outras, mas deu para alguns sorrisos. 

 

Coisas más: a parte final do livro, apesar do grande dilema, acaba por ser um pouco desinteressante, principalmente depois de tudo o que aconteceu. O Gervase provocou-me sentimentos ambiguos: gostei da forma como ele apoia Morgan em Bruxelas, mas ao mesmo tempo houve o sotaque dele e o fato de mesmo depois de ter percebido a jóia de moça que ela é, seguiu em frente com os seus planos. Isso irritou-me um bocado e o facto de estar sempre a elogiá-la... soá-va a falso, mesmo na fase final do livro.

 

Fica a menção honrosa pela abordagem da homosexualidade feminina neste tipo de romances históricos, ainda não tinha lido nenhum, e até penso que podia ter sido melhor explorada as dificuldades das damas em questão, e não apenas como condicionante da ação dos protagonistas. E também para os relatos da batalha de Waterloo e de tratamento dos feridos.

L'amour ou la guerre (Bedwyn Saga, #4) Ligeramente seductor (Bedwyn 4)

 

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:28

A villa

17.04.17

A Villa

Apesar de haver um filme de terror com este nome, trata-se apenas de mais um romance (amoroso) com vinhas e homicídios à mistura.

 

A familia Giambelli é dona de vinhas nos EUA e em Itália e há muito anos selou a sociedade com outra grande família de vinhos através do casamento da sua matriarca, Tereza. Tereza tem uma filha, Pilar, que viveu sempre na sombra de um ex marido apenas interessado na sua conta bancária. Desse casamento nasceu Sophia, uma mulher bonita e independente. Mas as três mulheres Giambelli vai estar na mira de vários inimigos, entre eles um assassino que as quer destruir.

 

É quase motivo para dizer que têm um mundo contra elas, pois as três são odiadas quer por pessoas da família, do trabalho, concorrentes, ... é um desfilar sem fim de ódios de estimação. E se pensam que tudo isto é para despistar de quem é o assassino desenganem-se, porque desde cedo sabemos quem é a mente principal por detrás de tudo. O romance de Sophia com Tyler, o neto herdeiro da outra empresa de vinicultura com que a Giambelli se fundiu é simples. O romance de Pilar também. Apenas os homicídios, as vinganças, as pessoas mesquinhas dão alma ao livro, e saber cedo quem é o arquiteto não ajudou muito. 

The Villa The Villa

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:20



Disclaimer

Todas as imagens de livros publicadas são retiradas do site das editoras ou dos próprios autores. A imagem de fundo pode ser encontrada aqui.

Classificação

Nem consegui terminar
Não gostei
Ok
Bom
Amei

Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


subscrever feeds


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.