Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A Rainha do Verão (Leonor de Aquitânia, #1)

Até ter pegado neste livro nunca tinha fixado o nome de Leonor de Aquitânia, mas parece que ela foi uma mulher e tanto. Herdeira do ducado de Aquitânia, numa época em que as mulheres eram vistas como inferiores, cedo tem de ser fiel aos desígnios dos homens da mandam na sua vida: o pai, o tutor e o marido. Mas Leonor não foi educada como as mulheres do seu tempo e é inteligente e culta, e percebe que se jogar as cartas certas pode atingir os seus objetivos e os de Aquitânia. Aos treze anos esta jovem torna-se Rainha de França e tem de aprender a mover-se nas intrigas da corte.

 

Leonor é realmente uma mulher forte do seu tempo. O mais interessante sobre este livro é que não se colocou a mentalidade de uma mulher do século XXI no corpo de uma Rainha da idade média. Leonor é uma mulher do seu tempo, que joga com as limitações que tem. É leal ás suas origens e à sua problemática irmã. Tenta construir uma relação com Luís, o marido, que ao longo do livro vai ficando cada vez mais devoto a Deus e a culpa pela falta de um herdeiro masculino (que personagem irritante, mas ao mesmo tempo deu pena ver o jovem assustado, mas que tinha potencial, transformar-se num fanático que despreza a esposa). 

 

***Possiveis spoilers a partir daqui!****

Um receio que tinha neste livro era atrapalhar-me com os nomes e factos históricos: conheço mal o período histórico em questão, mas no geral isso não se verificou. Apenas senti isso na cruzada para Jerusalém, há mais rodagem de personagens, e é no geral, uma parte mais aborrecida do romance, apesar de ser a fase onde se dão acontecimentos chave para Leonor e para o fim do seu casamento. A mudança que vem com o fim do casamento de Luís e Leonor acaba por ser refrescante (até eu já me queria divorciar da parte dele da história) e trouxe uma nova perspetiva à história, sobretudo porque como era poderosa, Leonor não poderia permanecer muito tempo solteira (risco de rapto iminente!) e o seu segundo marido é o oposto do primeiro.

 

Este livro faz parte de uma trilogia e fiquei curiosa por saber mais sobre esta mulher. Uma leitura elucidativa para perceber a sorte que tenho em ser uma mulher do século XXI!

 

Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:05




Disclaimer

Todas as imagens de livros publicadas são retiradas do site das editoras ou dos próprios autores. A imagem de fundo pode ser encontrada aqui.

Classificação

Nem consegui terminar
Não gostei
Ok
Bom
Amei

Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.