Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

A primeira coisa que chama a atenção neste livro é o titulo. Até mesmo quem não aprecia o género já ouviu falar (o que é o meu caso). Este título tem algo de sinistro. É uma frase forte e marcante, que retrata bem o livro: encontramos umas quantas personagens, masculinas, que efectivamente odeiam as mulheres. E depois encontramos um homem e uma mulher (mulher esta que no mínimo se podia quase classificar mais como uma vitima destes homens do que a pessoa que lhes vai dar umas lições) que não gostam dos homens que odeiam as mulheres (mas afinal só outro sádico para gostar de um sádico).

 

Mikael Blomkvist é um jornalista que caiu em desgraça depois de publicar um artigo sobre um empresário, Erik Wenestrom, e ser condenado em tribunal por difamação. Acaba por receber um estranha proposta de Henrik Vagner: escrever a biografia da família Vagner, uma outrora poderosa família que agora se encontra em declínio financeiro, ao mesmo tempo que investiga o desaparecimento de Harriet Vagner que aconteceu nos anos 60. Conhecemos Lisbeth Salander, uma jovem com problemas mas muito inteligente e uma excelente investigadora que chega onde mais ninguém consegue ir. Os dois vão acabar por unir esforços para resolver estes dois mistérios: o que aconteceu Harriet e como derrubar Wenestrom.

 

Para quem não gosta de policiais, com crimes macabros, homens odiosos e completamente doidos, algumas descrições sádicas e um protagonista que gosta de ter a cama quente é melhor irem ler outro livro. Para os outros é um bom livro, arrepiante, mas bem conseguido. Os protagonistas são complexos e densos e conseguimos sentir-nos na pele deles: desde um Mikael dividido entre a ética e a lealdade, a uma Lisbeth que apesar dos seus instintos de auto defesa e isolamento ao mesmo tempo quer sentir-se integrada. Aliás para mim Lisbeth foi o que tornou este livro diferente dos outros policiais: apesar de alguns dos seus métodos serem questionáveis, a forma como leva a bom porto as suas vinganças acaba por ser compreensível. A história, apesar de um bocado descritiva demais em alguns crimes é viciante e embora alguns pontos sejam previsíveis conseguiu surpreender-me.

 

Este livro já deu um filme (ou ao que parece dois!), que confesso que comecei a ver uma vez mas não terminei. Mas também já é normal eu gostar mais do livro do que da respectiva adaptação cinematográfica.

 Classificação: Ficheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svgFicheiro:Star Ouro.svg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:59


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Disclaimer

Todas as imagens de livros publicadas são retiradas do site das editoras ou dos próprios autores. A imagem de fundo pode ser encontrada aqui.

Classificação

Nem consegui terminar
Não gostei
Ok
Bom
Amei

Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


subscrever feeds


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.